quinta-feira, 5 de maio de 2011

Peruíbeee

Esse ano vai fazer 10 anos que a família da Babi tem casa em Peruíbe, e nunca, nunquinha, alguém teve o espírito aventureiro de ir além da Praia do Guaraú!

Eis que esse dia chegou e nós partimos para desbravar a estrada que leva à Barra do Una, porém, a falta de planejamento nos deu uma bela rasteira e o passeio acabou ficando incompleto, mas não por isso menos divertido.

Acordamos cedo na sexta-feira, tomamos café e fizemos lanches para não passar aperto no meio do caminho. Saímos de casa e fomos em direção aos morros de mata preservada que formam a Estação Ecológica Juréia-Itatins. A primeira parte da Serra, que leva à Praia do Guaraú, está em boas condições, apesar de bastante sinuoso e de pista simples, o trajeto de aproximadamente 8km é asfaltado e tranquilo de percorrer.

Estrada para Guaraú

O percurso é também bonito, pois a mata por vezes se abre deixando à vista pedaços do mar. Na beira da estrada vimos muitas placas de pousadas, campings e aventuras radicais na mata atlântica!

Chegamos na área urbanizada próxima à praia do Guaraú e foi lá que teve início nossa aventura cheia de imprevistos, começando pela estrada asfaltada que se transformou em terra (areia) a partir desse ponto. Logo nos deparamos com a placa anunciando a Estação Ecológica Juréia-Itatins...

Entrada da Estação Ecológica de Juréia-Itatins


Assim que pegamos a estrada de terra percebemos que o combustivel não seria suficiente para chegarmos até o destino final =P. Paramos então na primeira cachoeira do caminho, Corredeira do Perequê (ou Cachú da Farofa!), com bares e estacionamento pago (5 pilas bem cedinho e 7 pilas na hora do rush, rs!).

Ao sairmos do carro teve início a comilança dos insetos. Nossas pernas viraram alvos desses mosquitos hematófagos =P . Rapidamente compramos um repelente natural... puro óleo com essência de citronela, mas mesmo assim funcionou! Pensamos em subir a cachoeira quando de repente um ônibus de linha circular passou e saímos correndo atrás dele, animadas pela possibilidade de irmos mais longe do que nosso tanque de gasolina permitia!

O tal do busão faz o percurso até a praia da Barra do Una passando pela Cachoeira do Paraíso (que disseram ser linda!), pensamos em descer no ponto da Cachoeira, mas isso significaria ter que arranjar uma carona para voltar ou esperar o outro ônibus que demoraria hooooooras. Então, resolvemos ir até o ponto final, a praia da Barra do Una, aproveitar umas horinhas de praia, almoçar tranquilamente (já que estávamos morrendo de fome e nossos lanches tinham ficado no carro estacionado na cachoeira do Perequê =P) e esperar pelo próximo ônibus que passaria após 4 horas.

Quando chegamos à praia da Barra do Una tomamos uma açaí e fomos pra praia. O sol estava muito forte e adivinhem ... não tínhamos guarda-sol =P . Tivemos então que improvisar e montar nossa barraca: gravetos e canga! Deu super certo... Graças à fobia da Babi ao sol (com toda razão!). A água do mar era transparente, sem muitas ondas e muito rasa... estava simplesmente uma delícia!!!  

Praia da Barra do Una

Nossa barraca!

Céu azul, de bolinhas brancas!


Depois de um belo mergulho e um sol escaldante, almoçamos no restaurante em  frente ao ponto de ônibus que nos levaria de volta pra casa! Sorte que o rango custava só déi reais, porque pra ajudar a grana tava curta =P

Resumo da história: sem gasolina, sem repelente, sem os lanchinhus, sem um guarda-sol e com pouco dinheiro fizemos nosso passeio de Páscoa aos trancos e barrancos*, literalmente!

Passeio no Guaraú sentido Barra do Una super recomendado! Nós mesmas voltaremos em breve, mais prevenidas, claro! =)



*alusão ao ônibus de linha chacoalhando na estrada de terra.

2 comentários:

Tih! disse...

Essa praia é bem gostosa mesmo!
No canto esquerdo, pelo alto das pedras, sai na praia do Caramboré, menorzinha e também gostosa!
Na região ainda tem duas cachoeiras que conheço. Paraiso e Pereque.

Beijos

http://tripsnature.blogspot.com/

Gabriela Brandão disse...

Oi gatas! Adorei o blog! Vcs não precisam de alguém para carregar a barraca nessas andanças? rs
Beijos! ;)